quarta-feira, outubro 01, 2008

A Mulher e a Máquina

Nada como ao fim do dia ir ao Supermercado. Trazer as frutas, os legumes, a comida para o jantar... Ah, que sossego! Ou não...

Tudo isto sucedeu enquanto eu estava na fila da caixa. Uma mulher, dos seus cinquenta para cima estava a tentar pagar as suas compras com o cartão de crédito, só que a máquina não lia. Ela virava-se para a mulher que estava na caixa e dizia:
Ah! Já no outro dia uma amiga minha disse que cá tinha vindo e o cartão não funcionava. O problema só pode ser da máquina".
A mulher da caixa respondia:
"Mas olhe que as máquinas são novas. É raríssimo isso acontecer, deve ser problema do cartão"
"Do cartão não é de certeza! As máquinas é que não funcionam porque são novas! Alguém tem que ver isso"
Entretanto, chega o gerente:
"O problema é do seu cartão. Às vezes há pequeníssimas coisas que impedem a leitura correcta do cartão"
Ao que a mulher começa a insultá-lo:
"Você não percebe nada disto. As suas máquinas é que não funcionam"
"Mas já experimentou outro cartão?"
"Ia agora tentar com outro, mas eu queria pagar com este"
"Todos os cartões dão menos o da senhora, é problema do cartão"
"Você cale-se que não sabe do que fala. Tomara você ter o plafond do meu cartão" (Começo a rir-me para dentro... Espera, rebobina, deixa ver se percebi bem: Ah, então se eu tiver mais dinheiro no meu cartão ele funciona melhor... Hmm, nem sei como é que o meu funciona!)
"Ouça, tenha calma, eu sei bem do que falo. Eu sou gerente desta loja e todos os cartões funcionam. Só o seu é que dá problemas. O problema é do seu cartão."
"Você é, mas é, burro" (Ui! Eu sei que o cliente tem sempre razão mas daí a chamar o gerente burro vai um grande passo. Se fosse eu o gerente acho que já tinha perdido a paciência)
"Tenha calma, que está a ser mal-educada"
Lançaram-se mais uns olhares entre o gerente e a cliente, e por fim, depois de ter pago com outro cartão, a senhora foi-se embora, tendo gasto a exorbitante quantia de 4,99€...

Enfim, ele há com cada uma!

20 comentários:

"Joaninha" disse...

Olha depois de ler este comentário só me apetece dizer: " ele há com cada uma" ... e dar uma boa gargalhada. Tá ao teu estilo.

M. disse...

É a primeira vez q visito o blog, e já em ri mto com este texto!

Ferreira-Pinto disse...

Bem, de facto pagar essa quantia com cartão de crédito revela ou falta de tino ou demasiada água oxigenada na cabeleira com perigosa infiltração nos neurónios.

Mas, por vezes, as máquinas também são irritantes!
Tive em tempos um cartão MAESTRO que nos multibancos funcionava às mil maravilhas, mas quando era para pagamentos aquilo engasgava ... e como eu sou de boas contas, ficava sempre perplexo e relativamente envergonhado não vá dar-se o caso de pensarem que não tinha dinheiro na conta.

Já com o de crédito, não sabia que quanto maior o "plafond" melhor o funciomamento. Deve ser por isso que o gerente lá do balcão insiste em me dar um dourado ... ainda há dias me dizia ele todo preocupado: "Ó senhor doutor, eu nem sei que me parece uma pessoa como você sem um cartão dourado ... um cliente como o senhor ..."

Carol disse...

E ela ia pagar essa quantia com cartão de crédito?!

Pois, e o gerente é que era burro! Estou a ver.

André Couto disse...

Coitadinha da senhora...

●•° Histérica °•● disse...

lool

Apesar de respeitar os mais velhos, os idosos são sempre os que se dispoe a figuras como essa!! xD

Tens um blog interessante...

;)

Marreta disse...

Parece que o problema era mesmo da "centralina" da mulher...
Saudações do Marreta.

Manuel Marques disse...

Espantoso! Ele há mesmo com cada uma, decididamente...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu, se fosse o gerente, teria lembrado à senhora(???) que o supermercado só é obrigado a aceitar pagamentos com cartão a partir de 5€!

Compadre Alentejano disse...

Em cima da Terra, há cada exemplar da espécime humana...

Sérgio Ribeiro disse...

... mas ficou toda a gente a saber que a madama tinha um saldo elevado no cartão que não funciona porque as máquinas não prestam e o gerente é burro!
Boa malha!

Maria disse...

acho que o problema não era dos 50 anos, era mais por ser madama, como disse o Sergio ;)

Pata Negra disse...

Se fosse no comércio tradicional, conhecia o merceeiro e levava fiado! Nunca tomarei partido por um gerente de supermercado!
Um abraço a brincar e só para contrariar

Aline Cedrac disse...

És tu, Zé Carlos?

Pah, há com cada cena,que mais parecem duas..ou três!Vá,diga-se de passagem que uma já foi suficiente...

Amor,és sempre o mesmo mestre a descrever situações hilariantes e dignas de uma análise crítica reforçada!Thats why I fucking love you...:D

Beijão...

tagarelas-miamendes disse...

Muito engracado!
Aposto que o cartao nao tinha saldo! Por isso a escandaleira! Nesta socieade economicista em que vivemos e com a crise que se avizinha, vamos passar a testemunhar muitas mais cenas como essa.

korrosiva disse...

Já tive uma cliente que depois de passar 3 cartões de crédito, que deram não autorizado, com um sorriso imenso me perguntou se poderia passar o visa na maquina manual PRÉ-DATADO!

Isto sim é de doidas!! ehehhe

Grão Vizir disse...

Realmente há gente consideravelmente idiota neste mundo...LoL

Adoa disse...

Ó pá!! e ela nao tinha razao...
Ser mulher às vezes...

lololol

Rafeiro Perfumado disse...

Percebes agora porque é que há tantas lojas que limitam os pagamentos por multibanco a certos valores? É para não aturarem palhaças como essa...

BLOG DO PROFEX disse...

Ossos do ofício...
Homens e máquinas.
Mulheres e máquuinas, aliás...
Ser caixa não é mole não. O gerente está sendo bem pago para resolver os problemas. Mas o caixa, esse sofre. Deve ter passado por umas atantas antes de pedir socorro ao gerente...
Um grande abraço!